GLAPs

GLAP – GRUPO LOCAL DE AÇÃO POLÍTICA
Estimulamos que cada Loja indique até 3 representantes, para que em parceria com as demais Lojas de uma mesma cidade formem o GLAP-Grupo Local de Ação Política, pois serão os GLAP’s os verdadeiros condutores do Programa de Ação Política na localidade.

COMO FORMAR UM GLAP
O GLAP é formado pelas Lojas das Potências maçônicas GLESP, GOP e GOB/GOSP de uma cidade ou de uma região quando se tratar de uma grande metrópole. O GLAP é composto pelos Veneráveis Mestres atuais das Lojas que o integram, juntamente com mais 2 ou 3 irmãos de cada uma das Lojas integrantes. O Venerável Mestre é membro nato do GLAP.

Nos anos de eleições, os membros do GLAP que pretendem disputar a eleição, devem se licenciar do GLAP.

As Lojas das três Obediências Maçônicas que participarem do GLAP devem indicar formalmente através de prancha específica da Loja, até 3 representantes que tenham uma aptidão natural para a Política. Na primeira reunião do GLAP, será definido o Secretário, que ficará responsável pelo arquivo destas pranchas e demais documentos do grupo, além das atividades inerentes ao cargo.

Cada irmão integrante do GLAP deverá ter sempre em mente que representa a sua Loja e portanto deverá prestar à Loja as informações sobre as atividades do grupo e levar ao grupo as reivindicações da Loja. Uma cópia de cada ata do GLAP deverá ser depositada no Saco de Propostas e Informações da Loja.

O GLAP deve se reunir pelo menos uma vez por mês, sempre fora da Sessão Maçônica, sem uso de paramentos ou práticas ritualísticas. Na reunião de fundação, deve-se escolher 2 membros presentes para atuarem por um ano como coordenador e secretário executivo do GLAP. Podendo haver 2 reeleições para as mesmas funções.

O coordenador do GLAP tem como principais funções o estabelecimento de pautas, agendamento de reuniões, coordenação do Grupo Local, das ações estabelecidas e representação do GLAP junto ao GEAP. O secretário elabora e efetua a leitura das atas de todas as reuniões do GLAP, encaminha as atas e o cadastro completo de todos os integrantes do GLAP para o GEAP, forma um grupo de e-mails (ou outro meio) para facilitar a comunicação interna do GLAP e assessora o coordenador para o bom andamento dos trabalhos.

O GLAP deve verificar e selecionar as entidades da sociedade civil organizada, que são importantes naquela cidade ou região. Exemplo: OAB, Associações de Classe (dentistas, médicos, professores, engenheiros, contabilistas), Conselhos Municipais (saúde, segurança), Clubes de Serviço (Rotary, Lyons), dentre outros. E identificar em quais destas entidades há irmãos no comando. Se e como podem ser apoiados. Onde não temos a participação de irmãos, que estratégia, táticas e operações podem ser adotadas para ter. Quanto maior a ação nestas entidades, maior a influência política.

Cada GLAP deliberará quais Comitês ou Grupo de Trabalho irá montar, tais como: Comitê de Combate a Corrupção e Impunidade, Comitê de Ensino de Qualidade nas Escolas Públicas e Privadas, Comitê da Reforma Política, Comitê de Infraestrutura Pública, Comitê de Melhorias na Saúde Pública e Privada, Comitê do Trabalho, Comitê da Segurança, Comitê de Pesquisas, Comitê de Legislação, Comitê de Imprensa e Comunicação Social.

Todo e qualquer comitê montado deverá ser informado ao GEAP. Os comitês poderão desenvolver estudos, pesquisas e projetos que após submetidos à avaliação e aprovação do GLAP poderão ser utilizados para apresentação ao legislativo, executivo e/ou judiciário do Município, do Estado ou Federação, assim como para instituições públicas ou privadas representativas da sociedade, sempre com o objetivo de buscar o aprimoramento, o progresso e o bem estar social. O resultado dos estudos, pesquisas e projetos podem também ser utilizados para colaborar na elaboração de plataforma política para candidatos apoiados pelo Programa.

A Ação política eleitoral poderá ser feita em conjunto com as entidades da cidade ou região para ter relevância na sociedade e efetividade eleitoral.

Nos anos de eleições, o GLAP deve estimular as Lojas a indicarem para apoio do Programa, os candidatos que a Loja considerar “Ficha Limpa”, pois esta indicação equivale ao aval moral que a Loja empresta aos candidatos(as). Estes candidatos (maçons ou não maçons) devem assumir com a Loja que o indica, um termo de compromisso (solicitar modelo ao GEAP). A Loja deve promover uma Sessão Pública, para que os candidatos(as) apoiados(as) possam apresentar suas plataformas à família maçônica. Esta Sessão é uma boa oportunidade para a assinatura do compromisso entre as partes (candidato(a) e Loja).

O GEAP promoverá um Seminário aos candidatos, com palestras sobre:

  • Marketing Político
  • Direito Eleitoral
  • Prestação de Contas

Mobilize-se para mudar, formando em sua região um GLAP – Grupo Local de Ação Política.
Para saber mais entre em contato através do e-mail contato@geapsp.com.br .